sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Exame de IFR (voo por instrumento)

Na última sexta-feira recebi oficialmente a permissão pra seguir meu treino de voo por instrumento pelas autoridades americanas. Antes disso estava apenas "voando por diversão" com meu novo instrutor, se é que você me entende... Receber uma autorização para treinamento de voo, principalmente um treinamento mais complexo, não é algo muito garantido principalmente depois dos atentados das torres gêmeas. Com meu exame prático marcado com um examinador da FAA essa semana comecei a observar com muita atenção o clima. Por uma semana aqui no sul da Flórida as nuvens têm predominado, e o que era para ser treino simulando voo dentro das nuvens, tem sido na verdade dentro delas, mesmo!  Às vezes eu ainda tenho a sensação de que o avião está se movendo de forma diferente do que devia, mas logo eu me forço a confiar no que os instrumentos estão me dizendo e o voo segue de forma segura. Tem sido divertido e surpreende poder entrar e sair de nuvens de diferentes cores, formas e densidades, desde que eu não entre no meio de uma nuvem de tempestade.  Atento nessa possibilidade no meu voo de check, comecei a acompanhar o movimento de duas frentes, uma fria e uma quente se movendo uma em direção à outra na noite anterior ao meu exame. Aquilo era o meu jogo da noite e eu acompanhava como quem gosta de futebol acompanha seu time favorito. De olho nas imagens de satélite e nas cartas de pressão e de direção dos ventos era importante para eu saber quem venceria aquela batalha. O resultado me daria dicas de qual seria o curso predominante do vento no dia seguinte e assim eu poderia me preparar melhor para as três aproximações que eu teria que executar de olhos semi-vendados na presença do examinador. E assim como aconteceu no único jogo de futebol que assisti em um estádio, o resultado não foi muito excitante: Empate, 0x0. As duas frentes se tornaram uma única frente estacionária trazendo uma miserável condição meteorológica na área onde eu seria testado em voo por mais de duas horas, e com ela visibilidade ruim e ventos inconstantes. O pessoal do clima acabou colocando um alerta na área que se chama "convective sigmet" previsto para entre 10:55 e 14:55 horas, sendo que meu exame estava marcado para as 13:00! "Convective sigmet" implica em condições de tempestade com possibilidade  de ventos com mais de 50 nós de velocidade, granizos com diâmetro maior que 3/4 de polegada e até mesmo tornado! (Eu sei esses detalhes agora porque essa é uma das centenas de perguntas que o examinador poderia me perguntar no exame oral). Claro que eu poderia decidir não voar, principalmente porque FAA olha esse exame como se eu fosse o piloto em comando, ainda que fosse um exame, mas a pressão era grande porque não tem sido muito fácil achar vagas no calendário dos examinadores. Então 12:58 chega e eu recebo uma mensagem do examinador dizendo que ele se atrasaria por 5 minutos. Ele chega às 13:05 e a gente começa verificando papelada, documentos do avião, meus documentos, exame médico, passaporte (torcendo que ele não visse que estava com meu visto de turista). Na hora de colocar tudo no sistema, alguma cosa não deixou que ele submetesse minha aplicação, e conversando no telefone com o pessoal responsável a gente descobre que meu nome aparece em diferentes formatos nos meus documentos e no meu exame teórico. Gustavo Henrique  como primeiro nome e Cavalcanti Junqueira como últimos nomes  em um documento, Henrique Cavalcanti como nomes do meio em outro documento e outras variações. O jeito era fazer a aplicação manual e mandar por correio, e por causa disso meu exame acabou sendo adiado para próxima semana. Será que eu culpo meus pais por me colocarem tantos nomes? Ou seria melhor pensar que tudo acontece por uma razão? ;)

6 comentários:

  1. Pois é meu filho, nada acontece por acaso,vc está protegido por nosso PAI maior e não era para voar neste dia.Daí a interrupção natural. Mais um episódio interessante que vc vivenciou.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  2. O único jogo de futebol que você assitiu só foi ruim porque foi ver cruzeiro, se fosse o galão te daria muitas emoções!!!! Já vai falando pro Dom comprar a passagem dele... seria mais barato por agora né?

    ResponderExcluir
  3. Passei no exame hoje! :D O tempo estava perfeito!

    ResponderExcluir